Review – Samsung Galaxy S

Após 2 semanas com o Samsung Galaxy S, posso afirmar sem medo que ele merece um carimbo de “iPhone Killer”.
O Galaxy S roda o Android 2.1, pesa apenas 119 gramas e é bem rápido com um processador de 1 GHz. Tudo vem pra somar no conjunto da obra. Possui uma telona com Super AMOLED de 4″ (leia-se brilho intenso e cores mais vivas), conectividade completa com Wi-Fi, USB 2.0, Bluetooth 3.0, HSUPA (3G) de 5.76 Mbps, GPS, Roteador Wi-Fi e tecnologia de compartilhamento com outros smartphones, notebooks e televisores “DLNA”.
Pra quem sente falta de um teclado físico, não se preocupe, essa versão do Galaxy S já traz de fábrica o melhor sistema de teclado virtual que já testei até hoje em um smartphone, inclusive mencionado num dos posts do bigsense, o Swype. confira!
Gosta de usar a câmera do smartphone? O Galaxy S vem com uma ótima câmera de 5MP que faz ótimas fotos em diversos modos: cena noturna, sequência de fotos, panorâmica, detector de sorriso, fotos de ação, modo desenho animado, com moldura, efeito de época.
O grande #fail da Samsung neste quesito foi ter esquecido do flash, mesmo sendo um único LED já faria a diferença pra fotos com pouca luz. Na hora de filmar, o Galaxy bate um bolão com excelente qualidade HD (1280×720), mas sempre precisando de uma boa luz.
Ele arrasa também na compatibilidade de vídeos pra rodar no player (suporte pra 3gp, mp4, avi, wmv, DivX/XviD).
O segundo #fail encontrado foi do auto falante colocado na parte traseira do aparelho, se você estiver com ele no bolso num espaço não muito calmo, fica difícil escutá-lo tocando.
E a falta do disparador físico da câmera pra fotos pode-se considerar como terceiro #fail. A memória interna vem com 8 GB e com opção de expansão cartão microSD de até 32 GB.
A Samsung trouxe o Social Hub utilizado também no Samsung Wave, o Social Hub nada mais é do que a versão estilo Timescape da Sony Ericsson ou o MotoBlur da Motorola para mostrar tudo numa tela só (IMs, contatos, emails, feeds das redes sociais, sincronização do calendário). E não podemos esquecer que esta versão brasileira do Galaxy S traz como cereja do bolo a TV Digital, com um sistema simples e muito bom pra visualização de canais e com possibilidade de gravação da programação.

Conclusão:
Se não fosse pelo super preço de lançamento de R$ 2.399,00 poderia ser sim um dos melhores iPhone Killers do mercado nacional, mesmo assim vale a pena checar com sua operadora se rola alguma promoção com o seu plano. Hardware e software ele tem, Android 2.1 com possibilidade de atualização para o 2.2 Froyo em breve.

Fotos tiradas com o Galaxy S e mais fotos do aparelho no álbum do Flickr, e abaixo segue vídeo teste em HD:

Fotos tiradas by Samsung Galaxy S - 09 Fotos tiradas by Samsung Galaxy S - 08 Fotos tiradas by Samsung Galaxy S - 06 Fotos tiradas by Samsung Galaxy S - 05 Fotos tiradas by Samsung Galaxy S - 03